Skip to main content

Um dos principais elementos para o funcionamento da vida moderna é a energia elétrica. Sem ela, seria impossível ter simples confortos diários, bem como o funcionamento de grandes indústrias.

Entretanto, esse recurso possui alto custo, sobretudo para pequenas e médias empresas, impactando no desempenho nacional das indústrias e nos investimentos na competitividade.

Além disso, a produção de eletricidade, utilizando recursos tradicionais, tem gerado um alto prejuízo ambiental. 

Dessa forma, opções de fontes alternativas de energias são cada vez mais necessárias, já que são sustentáveis, de baixo impacto ambiental e, por muitas vezes, mais econômicas.

Entre as fontes alternativas, a biomassa tem ganhado espaço no cenário energético, tendo fortes indicativos de maior popularização nos próximos anos, pois possuem características que atendem o futuro da produção de energia industrial.

Quer saber quais são essas características? Então, veja os tópicos que separamos, entenda quais são as principais fontes de biomassa e por que essa alternativa é tendência.

  • Biomassa: viabilidade para as indústrias
  • Principais fontes de biomassa
  • O Brasil avança na utilização desse recurso
  • 3 projetos industriais com biomassa

Biomassa: viabilidade para energia industrial

As alternativas de energia, através da biomassa, são provenientes da queima de materiais orgânicos, como o bagaço da cana-de-açúcar, álcool, madeira, palha de arroz, bem como óleos vegetais etc.

Assim, a biomassa é toda matéria orgânica, podendo ser de origem animal ou vegetal. Na maioria das vezes, as fontes para a biomassa costumam ser resíduos de outras produções e, além de gerar energia, podem proporcionar um ganho sustentável ao negócio.

Nesse sentido, a alternativa de biomassa para energia ajuda a manter a competitividade das atividades de diversos segmentos industriais, visto que entre os itens de alto custo de produção, um dos principais é o uso da energia na movimentação de caldeiras ou outros equipamentos, de maneira contínua.

Em seguida, veja quais são as principais fontes para a produção desse tipo de energia.

Principais fontes de biomassa

  • Eucalipto: essa fonte oferece diversas vantagens, como a cogeração de energia elétrica, pois é um produto renovável. Também possui composição mais favorável para a produção de energia, em comparação ao bagaço de cana, em relação ao açúcar fermentável.
  • Casca de arroz: esse resíduo é transformado em partículas de 1mm e em seguida, é adicionado ao carvão, gerando energia em usinas. Por conta da sua rápida combustão e poder calorífico, tornou-se ainda alternativa de combustível para cerâmicas. No entanto, essa fonte pode gerar muitas cinzas e apresentar um valor caro no transporte.
  • Casca de coco verde: tanto a fruta como a casca possuem poder calorífico. Como possui hectares cultivados extensos no Brasil, é portanto, uma boa opção para a geração de energia.
  • Bagaço de cana: umas das fontes de biomassa mais utilizadas no Brasil é o bagaço da cana-de-açúcar. O material é sustentável, ecologicamente correto, renovável e possui grande volume para geração de eletricidade.

O Brasil avança na utilização desse recurso

Uma parte significativa da energia consumida no Brasil já é resultante de fontes renováveis. O país tem uma grande oferta de fontes de energia primária, tendo situação privilegiada em comparação a outros países.

Em 2016, o Boletim Mensal de Energia revelou que a biomassa é a segunda fonte de geração de energia mais importante no país. Recentemente, o mesmo documento mostrou que 64% da energia produzida vem da matriz hidráulica, mas a biomassa na segunda colocação nas energias renováveis, com 9% de participação.

Assim, o país tem um grande potencial pela extensão territorial e por ter uma das maiores agriculturas do mundo, o que resulta em muitos resíduos, que são importantes para diferentes fontes de biomassa.

3 projetos utilizando biomassa para energia industrial

1. Projeto SUCRE (Sugarcane Renewable Electricity)

O projeto tem objetivo de reduzir as emissões de Gases Efeito Estufa através da geração de energia renovável. Para isso, utilizam a palha e o bagaço da cana-de-açúcar nas usinas elétricas.

Os resultados do projeto têm contribuído em questões do solo, ciclagem de nutrientes, rendimento de culturas, soluções de engenharia, soluções industriais, entre outras.

2. Projeto Carvão Verde

Esse projeto utiliza capim elefante como insumo de biomassa para produzir carvão vegetal, bio-óleos, bem como extrato ácido. O projeto é do Instituto Nacional de Eficiência Energética, que utiliza os gases, grande parte combustíveis, como fonte de energia para todo o processo.

3. Resíduos da indústria da mandioca para a produção de energia industrial

Um projeto buscou produzir etanol de qualidade a partir dos resíduos de processamento da mandioca. Através dos resíduos, foi possível gerar hidrogênio e hidrolisar enzimaticamente uma biomassa proveniente do farelo e da manipueira. O que mostrou que esse setor agroindustrial pode gerar maior valor, com produção de etanol e outras fontes de energia.  

Assim, é inquestionável que existem diversas formas de produzir energia de qualidade com fontes de biomassa, principalmente com a diversidade que existe no Brasil.

Quer aprender mais sobre o assunto? A Smart3 Consultoria Empresarial é especializada em estratégia organizacional e estudos de inteligência de mercado, bem como consultoria para empresas florestais. O foco da empresa é auxiliá-los a desenvolver, diagnosticar e planejar os negócios, além disso, com as melhores práticas e sem perder de vista o mercado. Saiba mais em nossa página.

FALE CONOSCO!

One Comment

Leave a Reply

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.